III Seminário CIPAVE + - Palestras

 


11 de novembro










13 de novembro



III Seminário CIPAVE + - Organização Contato

 


III Seminário CIPAVE + - Atividades para Certificação

 


III Seminário CIPAVE + - Abertura

 




 

III Seminário CIPAVE + - Proposta do Seminário

 


III SEMINÁRIO CIPAVE +

PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA E PROMOÇÃO DA SAÚDE

NA COMUNIDADE ESCOLAR

 

O III SEMINÁRIO CIPAVE + constitui-se num evento significativo para a comunidade que compõe as escolas de abrangência da 36ª CRE. Voltadas para Orientadores Educacionais, Professores e Alunos interessados, as palestras visam ampliar o conhecimento sobre a CIPAVE+ quanto à prevenção de acidentes e violência na escola, sobre a violência sexual e autoprovocada em crianças e adolescentes, saúde e questões de genêro, sobre a metodologia da Justiça Restaurativa, dos Círculos de Construção de Paz e sobre a Saúde do Servidor.

Entendendo-se a importância da formação continuada dos profissionais educacionais, o III Seminário CIPAVE + é um espaço de diálogo, reflexão e ampliação de conhecimentos para toda a comunidade escolar. Para tanto, a 36ª CRE legitima o evento como um espaço importante para elaborar metas a serem desencadeadas, proporcionando apoio pedagógico para as escolas tornarem efetiva a Cipave + no ambiente escolar.

 

OBJETIVOS

Geral: 

 

Promover a aprendizagem e reflexões que propiciem o enfrentamento das situações que causam desarmonia no ambiente escolar. 

Específicos:

        Compartilhar e atualizar conhecimentos da nova plataforma Cipave+, PROSER, CEVS, Justiça Restaurativa e Círculos de Construção de Paz.

        Sensibilizar a comunidade escolar da importância do Programa Cipave+ no ambiente escolar.

        Sensibilizar os participantes do seminário para o uso das ferramentas da Justiça Restaurativa para tratar os conflitos dentro e fora da escola. 

        Refletir sobre o novo papel dos educadores frente aos desafios do afastamento social de alunos e professores.

 

METODOLOGIA

O seminário acontece nos dias 11 e 13 de novembro de 2020 com a realização de quatro web palestras. Todas com disponibilidade às 19h, conforme programação, no site da 36ª CRE www.36creijui.com. 

CERTIFICAÇÃO

A certificação para o seminário será de 20 horas, gerada após envio do formulário Atividades.

Para tanto, o cursista deverá preencher formulário específico no site.

PROGRAMAÇÃO






Maurício Polidoro- professor doutor do Instituto Federal do Rio Grande do Sul em Porto Alegre, pós-doutor em Saúde Coletiva e docente do Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família da FIOCRUZ/UFRGS

Delegada Sônia Maria Dall'Igna- Coordenadora CIPAVE, Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais-UNISINOS, Mestre em Tecnologia da Informação- UFSC.

Andréa Novo Volkmer- Secretaria da Saúde/Centro Estadual de Vigilância em Saúde (SES/CEVS), Graduada em Serviço Social- PUCRS.

Katiane Boschetti da Silveira - Pedagoga, facilitadora e instrutora de Curso de Justiça Restaurativa e Círculos de Construção de Paz.

Claudia Flores Rodrigues - Proser – Programa de Saúde do Servidor. Mestrado Educação nas Ciências- UFSM, Doutorado em Educação- PUCRS. 

Daniel Canavese - Dr. em Ciências da Saúde (FM/USP), Mestre em Saúde Coletiva, Professor Associado de Saúde Coletiva (UFRGS), Linhas de Pesquisa: desigualdades sociais racializadas e generificadas.



III Seminário CIPAVE +






36ª CRE recebe representantes da SEDUC em Ijuí




O coordenador de Educação Claudio Souza recebeu na sede da 36ª Coordenadoria Regional de Educação recebeu na manhã desta terça-feira (9), integrantes da Secretaria de Estado de Educação (SEDUC). O objetivo da visitação é tratar sobre assuntos referentes aos municípios da região de abrangência da 36ª CRE.
O encontro contou com a presença da Diretora Adjunta do DAM (Departamento de Apoio aos Municípios) – Virgínia Bobsin Tietböhl, a Assistente III do DAM – Enilce Remedi Machado, o Coordenador Regional de Educação – Cláudio da Cruz de Souza e a Assessora – Lidia Acosta El Ali.

Confira mais informações na fala do Coordenador  Claudio Souza: 
Tocador de áudio
Fonte: REPÓRTER JANIO FERNANDES

Unijuí abre atividades do Salão do Conhecimento

A Unijuí abriu ontem a programação do Salão do Conhecimento – maior evento de divulgação científica da região Noroeste do Estado, que é realizado nos quatro campi da Universidade. Além de Ijuí, recebem o evento Panambi, Santa Rosa e Três Passos. A programação contempla sessões de pôsteres, palestras, apresentações orais, mostras científicas, Jornadas de Pesquisa e Extensão, Seminário de Iniciação Científica e Seminário de Inovação e Tecnologia, entre outras atividades.
“O Salão do Conhecimento é um evento clássico da nossa universidade, que reúne um conjunto de atividades. Durante o evento, são apresentados tanto trabalhos da iniciação científica, de estudantes que estão dando os primeiros passos na pesquisa, como também trabalhos de pesquisadores já experientes, que estão apresentando novidades no campo das ciências”, explicou o vice-reitor de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Unijuí, Fernando González.
Nesta edição, muitas  novidades foram incorporadas à programação, dentre elas, no Espaço Talk, que precederá as sessões de pôsteres, com explanações de temas relacionados com a temática desta edição: “Bioeconomia: diversidade e riqueza para o desenvolvimento sustentável”. “O Salão do Conhecimento abre espaço tanto para os nossos pesquisadores quanto para pessoas de fora. Hoje, mesmo, estaremos recebendo uma delegação de 30 estudantes e professores da Argentina”, destacou o professor, lembrando que esta é a possibilidade de a comunidade conferir o que é produzido pela Universidade e por outras instituições.
Durante a semana, também acontece o Projeto Ciência para Todos, que foi lançado ontem. Trata-se de uma iniciativa da Fidene/Unijuí, desenvolvido em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que  tem o objetivo de fortalecer e integrar as atividades de educação, divulgação da ciência, tecnologia e inovação, contribuindo para a indução da criatividade, do espírito científico e dos avanços tecnológicos. Estas atividades vão ocorrer no Campus Ijuí. “Nosso objetivo é mostrar um conjunto de projetos de pesquisa e extensão para a população em geral e, especialmente, para os estudantes da Educação Básica”, reforçou González.

Fonte: Clicjm

Cursos técnicos têm mais de 300 inscritos na Escola 25 de Julho



Não haverá mudanças no processo seletivo para os cursos técnicos na Escola Técnica Estadual 25 de Julho, apesar da greve. A informação é do diretor Raimar Kuhn. De acordo com ele, a prova de seleção será aplicada no próximo sábado, dia 7, a partir das 8h, para os candidatos inscritos nos cursos técnicos em Mecânica, Eletrotécnica, Móveis e Informática.
“Muitos candidatos têm dúvida se a prova será aplicada. Mas, sim, seguiremos o que consta no edital”, destacou o diretor, lembrando que a escola está quase 100% paralisada. Há, no momento, apenas três professores trabalhando.
Para as 260 vagas disponíveis na educação profissional, há 320 candidatos inscritos. Para o Ensino Médio, a escola recebeu mais de 400 inscrições.
Conforme consta no edital, os cursos técnicos em Eletrotécnica, Mecânica e Informática possuem 80 vagas cada, distribuídas nos turnos da manhã, tarde e noite. Já o técnico em Móveis possui 20 vagas, com aulas no turno da noite. A carga horária dos cursos varia de 1.580h a 2.180h.
A prova constará de 25 questões de múltipla escolha, abrangendo conhecimentos de Língua Portuguesa (5 questões), Matemática (5), Ciências (5), Geografia (5) e História (5) em nível de Ensino Fundamental. No dia da seleção, é necessário apresentar carteira de identidade e/ou documento com foto, comprovante de inscrição, caneca esferográfica de tinta preta ou azul, lápis e borracha.
O candidato deverá comparecer no local da prova às 8h. Não terá acesso ao local o candidato que chegar após o horário estabelecido para o início, ou sem o documento de identificação. E, conforme consta o edital, não será permitido o uso de calculadora, celular ou óculos escuros.
A divulgação dos resultados ocorrerá no dia 11 de dezembro, no saguão da escola. O período para revisão das provas ou resultados será de 12 a 13 de dezembro, até às 22h, por meio de requerimento específico. Já os resultados finais serão divulgados no dia 20 de dezembro, também no saguão do educandário; no site escola25dejulho.com.br - no link Processo Seletivo e no portal educacao.rs.gov.br. Não serão divulgados resultados por telefone.
Ao Grupo JM, o diretor destacou que a escola realiza investimentos dentro do que é possível fazer com os recursos disponíveis, vindos do governo do Estado. “Realizamos a manutenção, a pintura necessária ou alguma reforma necessária”, reforça, já citando a preparação para 2020.


Fonte: Clicjm

Seduc promove planejamento do ano letivo de 2020 em encontro com as CREs


Implantação da Escola Gaúcha, sistematização da Rede e recuperação do calendário de 2019 são os destaques do evento

Abertura do encontro com as CREs ocorreu na manhã desta quinta-feira (16) no Auditório Paulo Freire - Foto: Lucas Nogare

POR DIEGO DA COSTA
A Secretaria Estadual da Educação (Seduc), promove, entre esta quinta e sexta-feira, 16 e 17 de janeiro, no Auditório Paulo Freire, no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), um encontro com os 30 Coordenadores Regionais de Educação (CREs). O evento tem o intuito de planejar as mudanças pedagógicas previstas com a implantação do projeto A Escola Gaúcha, reorganizar o calendário letivo de 2019 afetado pela greve dos professores e avançar no ajuste da matriz curricular do Novo Ensino Médio e da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC).
Conforme o secretário estadual de Educação, Faisal Karam, o ano de 2020 será muito importante para a reorganização pedagógica e financeira da Educação no Estado. “Teremos um período de grandes reformas administrativas que visam amenizar a situação fiscal do Rio Grande do Sul, permitir mais investimentos para obras e oferecer um plano de carreira mais justo aos servidores públicos”, explica.
Entre as dimensões propostas pela A Escola Gaúcha, estão pontos referentes a formação integral dos estudantes, organização curricular, práticas pedagógicas, gestão educacional, valorização dos profissionais da educação, infraestrutura escolar, avaliação, financiamento e regime de colaboração com os municípios.
“Esse encontro faz parte do processo de implementação da Escola Gaúcha: política de educação da Rede Estadual de Ensino, que estabelece as orientações para os programas, projetos e demais ações que ocorrem nas nossas escolas, de forma articulada, contribuindo para a melhoria da qualidade da educação do Rio Grande do Sul”, destaca o diretor do departamento de Educação, Roberval Furtado.
Para a secretária adjunta de Educação, Ivana Flores, a recuperação do calendário letivo de 2019 é um momento em que o direito de acesso à educação dos alunos precisa ser devidamente assegurado e fiscalizado pelas Coordenadorias Regionais de Educação (CREs). “ Eu tenho 32 anos de magistério e afirmo que as famílias não podem ser punidas por uma escolha profissional dos educadores. O artigo 5º da Constituição Federal é bem claro quanto a esta situação. Sabemos das dificuldades, mas nós, servidores, precisamos ter coerência e responsabilidade com a sociedade”, afirma.
Programação
Além da palestra do diretor do Departamento de Educação, Roberval Furtado, que explicou sobre as novas portarias que regulamentam e padronizam as matrizes curriculares nas escolas estaduais, a manhã desta quinta, 16 de janeiro, contou ainda com apresentações sobre as regras da Educação Especial e orientações do Departamento de Tecnologia da Informação sobre o Diário de Classe On-line.
Durante a tarde e a amanhã de sexta-feira, 17 de janeiro, as palestras serão dedicadas para os programas de alfabetização e correção de fluxo. São eles: RS Alfabetizado, Aceleração RS e 6º ano, Tô Chegando!  
Presenças
Ainda estiveram presentes assessores das CREs, diretores dos departamentos da Seduc e representantes das empresas PROCERGS e MSTech.
Fonte: educacao.rs.gov.br

II Ciclo de Estudos do AEE - Palestras


 
24/11 - 19h - Palestra




 26/11 - 19h - Palestras


 



 26/11 - 19h - Relatos de Experiência



 

 

 


 





 

Prêmio Excelência em Educação

REGULAMENTO

REGULAMENTO

1. Das disposições gerais 

O Prêmio “Excelência em Educação” tem caráter pedagógico educacional com o propósito de reconhecer o empenho de educadores da rede pública estadual, que neste momento de distanciamento social, conseguiram encontrar soluções para o enfrentamento das dificuldades impostas pela pandemia coronavírus (covid 19). Visa identificar, valorizar e divulgar experiências de ensino e aprendizagem, realizadas pelos profissionais de educação e servirá como um olhar reflexivo para as práticas adotadas nestes novos tempos. 

Alunos, professores, pais e profissionais das diversas áreas tiveram que se adaptar ao “home office”. O engajamento dos alunos é um dos principais desafios da educação neste momento de aulas remotas, um tempo de aprendizagem para todos, por isso, a busca pelo reconhecimento das práticas exitosas, a efetividade dos esforços do engajamento do professor, da equipe pedagógica e dos gestores escolares, que neste momento de (dado excluir) cenário inédito e de necessidade de respostas atípicas que se sobressaíram com abordagens inovadoras no uso de recursos e práticas educacionais, se torna relevante. 

2. Objetivo Geral 

O Prêmio “Excelência em Educação” tem como objetivo valorizar as iniciativas dos profissionais da educação, como agentes fundamentais no processo formativo das novas gerações, estimular para que as experiências bem-sucedidas, criativas e inovadoras se tornem reconhecidas e possam ser replicáveis. 

2.1 Objetivos Específicos 

- Reconhecer e valorizar escolas públicas que se destacam pela gestão competente, participativa e colaborativa; 

- Valorizar a escola que trabalha como equipe com a corresponsabilidade na gestão do ensino, na aprendizagem e na solução de problemas; 

- Valorizar o professor, as lideranças e soluções coletivas em tempos de crise. 

3. Organização 

O Prêmio “Excelência em Educação” é organizado pela 36a Coordenadoria Regional de Educação, tendo como parceiros Jornal da Manhã e  Revista Stampa. 

4. Participação 

4.1. A participação está aberta a todos os Professores, Coordenadores pedagógicos, Orientadores Educacionais e Gestores das escolas da rede pública estadual da abrangência da 36a Coordenadoria Regional de Educação. 

5. Das Categorias 

5.1 As iniciativas deverão ser inscritas em uma das seguintes categorias: 

I - Projeto Escola 

II- Gestor de Escola 

III- Coordenador Pedagógico

IV- Orientador Educacional 

V- Professor do Ensino Fundamental - Anos Iniciais 

VI- Professor do Ensino Fundamental - Anos Finais 

VII- Professor do Ensino Médio 

VIII- Professor da Educação Especial 

IX- Professor da Educação de Jovens e Adultos 

X- Professor da Educação Profissional 

6. Da Inscrição 

6.1 As inscrições devem ser feitas por meio de formulário específico, que se encontra disponível no site www36creijui.com . 

6.1.1. As iniciativas poderão ser inscritas em nome de um ou mais autores, devendo ser indicado o autor principal. 

6.2 Dos prazos: 

6.2.1 As inscrições estarão abertas no período de 06 de agosto de 2020 à 31 de outubro 2020 , bem como o prazo para o envio dos anexos. 

6.2.2 Só serão consideradas as inscrições cujo material for enviado dentro do prazo previsto acima. 

6.2.2 Caso seja necessário, a Comissão Organizadora poderá alterar os prazos descritos, que serão amplamente divulgados. Parágrafo Único: As inscrições serão validadas somente com o envio do material (Um relato da prática pedagógica desenvolvida durante o ano letivo de 2020, juntamente com três fotos e um vídeo de no máximo 5 minutos), encaminhadas (compartilhados) através do Drive 36cre@educar.rs.gov.br 

7. Da comissão julgadora 

7.1 A Comissão Julgadora será composta por membros convidados pela 36a Coordenadoria Regional de Educação. 

7.2 A Comissão Julgadora será composta por: 

 Profissionais de reconhecida experiência: 

- Um Coordenador Regional do Polo da 36a CRE 

- Um representante da UNIJUI 

- Um representante do Pedagógico da SEDUC 

- Um representante indicado pelo Coordenador Regional de Educação da 36a CRE 

- Um representante da Promotoria de Educação de Santo Ângelo 

8. Da Premiação 

8.1 A cerimônia de premiação será realizada no dia 27 de Novembro de 2020. 

A forma de premiação, presencial ou online, será divulgado posteriormente. 

8. 2 Será concedida premiação ao 1º classificado em cada categoria. 

8 . 2 .1 Os participantes receberão certificado de participação

 

II Ciclo de Estudos do AEE - Organização Contato

 


II Ciclo de Estudos do AEE - Atividades para Certificação

 


II Ciclo de Estudos do AEE - Abertura

 



II Ciclo de Estudos do AEE - Proposta do Ciclo

 

SAEE: O Ensino e a Aprendizagem em discussão 

(24 e 26 de novembro de 2020)

  • Proposta:

Considerando a necessidade de promover II Ciclo de Estudos de Educação Especial com momentos de reflexão e relatos de experiências exitosas neste ano de pandemia, onde, dentre os vários desafios que as redes de Educação enfrentam para manter os estudantes próximos à escola e em algum contexto de aprendizagem, destaca-se a importância da inclusão como processo dinâmico de valorização e respeito às diferenças, garantindo assim a educação que é um direito de todos.

A 36ª CRE, juntamente com o Serviço de Atendimento Educacional Especializado e, em parceria com a TEAmor, propõe este momento de formação continuada e de sensibilização, para que em colaboração, possamos pensar o ensino e a aprendizagem dos alunos com deficiência, 

Objetivo Geral:

O II Ciclo de Estudos Pedagógicos de Educação Especial da 36ª CRE, objetiva compartilhar e discutir, temas referentes à aprendizagem dos alunos com deficiência neste ano de pandemia, considerando o processo de escolarização e inclusão escolar. 


  • Público alvo

Diretores, Coordenadores Pedagógicos, Orientadores Educacionais, Professores e Funcionários da Rede Estadual, Alunos do Curso Normal e Comunidade em geral.


  • Formato:

O II Ciclo de Estudos acontece nos dias 24 e 26 de novembro de 2020 de forma assíncrona. A Palestra e os Relatos de Experiência serão disponibilizados às 19h, conforme programação, no site da 36ª CRE www.36creijui.com. 

A certificação será de 08 horas, gerada após envio do formulário Atividades.


  • Certificação:

A certificação será de 8h com inscrição de Sistema de Certificação do Estado do RS. Para validação da mesma, deverá ser preenchido formulário específico no site destinado ao Ciclo de Estudos, elencando aspectos relevantes da palestra.


  • Palestra:

     A aprendizagem do aluno autista em processo de escolarização e inclusão escolar diante do contexto de pandemia.”

Palestrantes: AssociaçãoTEAmor- Ijuí e a Professora Drª. Marta Estela Borgmann - Unijuí

A TEAmor: Associação dos Familiares, Amigos e Pessoas com Autismo, que no ano de 2018, a partir da primeira Audiência Pública sobre Autismo em Ijuí, resolveram se unir na busca por políticas públicas que viabilizassem o atendimento das pessoas com Transtorno do Espectro Autista, o apoio e acompanhamento para os familiares, a divulgação para conscientização e inclusão das pessoas com Autismo e a garantia e respeito aos seus direitos.

Dr. Marta Estela Borgmann: Possui graduação em Educação Especial pela Universidade Federal de Santa Maria (1988) e Pedagogia pela Universidade do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, (2011), mestrado em Educação nas Ciências pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (1999) e doutorado em Educação nas Ciências pelo mesmo programa. Realizou doutorado no exterior na modalidade sanduíche na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação na universidade do Porto, Portugal. Exerce o cargo de professora Titular no Departamento de Humanidades e Educação - UNIJUI. É coordenadora do Núcleo de Acompanhamento e Acessibilidade da UNIJUI junto a Vice Reitoria de Graduação. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em educação especial e educação inclusiva. Atua com projetos de extensão na área da alfabetização e dificuldades de aprendizagem.

PROGRAMAÇÃO

 

24/11


19h - Abertura Oficial

 

19h -Palestra com TEAmor e Professora Dr. Marta Estela Borgmann: “A aprendizagem do aluno autista em processo de escolarização e inclusão escolar diante de um contexto de pandemia.”

 

26/11 


19h – Palestras

19h – Relatos de Experiências











II Ciclo de Estudos do AEE










Siga nossas redes sociais