Seduc promove planejamento do ano letivo de 2020 em encontro com as CREs


Implantação da Escola Gaúcha, sistematização da Rede e recuperação do calendário de 2019 são os destaques do evento

Abertura do encontro com as CREs ocorreu na manhã desta quinta-feira (16) no Auditório Paulo Freire - Foto: Lucas Nogare

POR DIEGO DA COSTA
A Secretaria Estadual da Educação (Seduc), promove, entre esta quinta e sexta-feira, 16 e 17 de janeiro, no Auditório Paulo Freire, no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), um encontro com os 30 Coordenadores Regionais de Educação (CREs). O evento tem o intuito de planejar as mudanças pedagógicas previstas com a implantação do projeto A Escola Gaúcha, reorganizar o calendário letivo de 2019 afetado pela greve dos professores e avançar no ajuste da matriz curricular do Novo Ensino Médio e da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC).
Conforme o secretário estadual de Educação, Faisal Karam, o ano de 2020 será muito importante para a reorganização pedagógica e financeira da Educação no Estado. “Teremos um período de grandes reformas administrativas que visam amenizar a situação fiscal do Rio Grande do Sul, permitir mais investimentos para obras e oferecer um plano de carreira mais justo aos servidores públicos”, explica.
Entre as dimensões propostas pela A Escola Gaúcha, estão pontos referentes a formação integral dos estudantes, organização curricular, práticas pedagógicas, gestão educacional, valorização dos profissionais da educação, infraestrutura escolar, avaliação, financiamento e regime de colaboração com os municípios.
“Esse encontro faz parte do processo de implementação da Escola Gaúcha: política de educação da Rede Estadual de Ensino, que estabelece as orientações para os programas, projetos e demais ações que ocorrem nas nossas escolas, de forma articulada, contribuindo para a melhoria da qualidade da educação do Rio Grande do Sul”, destaca o diretor do departamento de Educação, Roberval Furtado.
Para a secretária adjunta de Educação, Ivana Flores, a recuperação do calendário letivo de 2019 é um momento em que o direito de acesso à educação dos alunos precisa ser devidamente assegurado e fiscalizado pelas Coordenadorias Regionais de Educação (CREs). “ Eu tenho 32 anos de magistério e afirmo que as famílias não podem ser punidas por uma escolha profissional dos educadores. O artigo 5º da Constituição Federal é bem claro quanto a esta situação. Sabemos das dificuldades, mas nós, servidores, precisamos ter coerência e responsabilidade com a sociedade”, afirma.
Programação
Além da palestra do diretor do Departamento de Educação, Roberval Furtado, que explicou sobre as novas portarias que regulamentam e padronizam as matrizes curriculares nas escolas estaduais, a manhã desta quinta, 16 de janeiro, contou ainda com apresentações sobre as regras da Educação Especial e orientações do Departamento de Tecnologia da Informação sobre o Diário de Classe On-line.
Durante a tarde e a amanhã de sexta-feira, 17 de janeiro, as palestras serão dedicadas para os programas de alfabetização e correção de fluxo. São eles: RS Alfabetizado, Aceleração RS e 6º ano, Tô Chegando!  
Presenças
Ainda estiveram presentes assessores das CREs, diretores dos departamentos da Seduc e representantes das empresas PROCERGS e MSTech.
Fonte: educacao.rs.gov.br

Confira as Palestras e Oficinas

Confira as Matrizes e Organização

Confira a Formação da 36ª CRE